terça-feira, 31 de agosto de 2010

Mensagem da Semana...

Seguir em frente

Em uma conhecida passagem evangélica, Jesus afirma:
Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me.
O Cristo é a figura mais notável da História.
Ao contrário de todos os demais homens, Ele não possui vícios e fraquezas.
Pleno de grandeza e compaixão, constitui o modelo ideal fornecido por Deus aos homens.
Nessas palavras de Jesus, pode-se vislumbrar todo um roteiro de evolução.
O que primeiro se identifica é o respeito à liberdade.
Trata-se de um convite, não de uma imposição.
Aquele que quiser ir após Ele deve prestar atenção em Suas palavras.
O jugo do Messias é suave e a rota que Ele sinaliza é luminosa.
Mas a criatura pode se decidir por caminhos tortuosos e obscuros, cheios de dor e desencanto.
Como a evolução é um desígnio Divino, todos se aperfeiçoarão.
Mas cada qual é livre para gerenciar o seu processo evolutivo, apressá-lo ou retardá-lo.
Havendo vontade de seguir em frente, surgem outras duas exortações.
Uma se refere ao ato de tomar a própria cruz.
Todo ser é como se construiu ao longo dos séculos.
Sua felicidade e sua desgraça constituem a herança que preparou para si mesmo.
Não adianta buscar culpados para as próprias mazelas.
A razão dos problemas enfrentados não reside no governo, no cônjuge, no vizinho, nos filhos, nos pais ou no patrão.
O Espírito é artífice de seu destino.
De acordo com seus atos, pensamentos e sentimentos, forja suas experiências e necessidades.
Como os outros não são culpados, não adianta tentar transferir o peso da cruz que se carrega.
A rebeldia e a revolta não resolvem nenhum problema.
É preciso coragem e decisão para assumir a responsabilidade pela vida que se leva, pelos próprios problemas e dificuldades.
Sem reclamações ou desculpas, é necessário tomar a cruz aos ombros e seguir adiante, com firmeza e dignidade.
Por difícil que se apresente, o dever precisa ser cumprido.
O derradeiro conselho é renunciar a si próprio.
Esse evidencia que o egoísmo é incompatível com a sublimação espiritual.
Quem deseja se libertar de injunções dolorosas tem de exercitar a abnegação.
Aprender a servir, a calar e a compreender, sem qualquer expectativa de retorno.
Trata-se do esquecimento dos próprios interesses no cuidado do semelhante.
Quem se esquece de si mesmo no afã de ajudar o outro ultrapassa o limite de seus deveres.
Não mede perdas e ganhos e se entrega à atividade do bem, pela simples alegria de ser útil.
Talvez o programa de trabalho pareça difícil, em um mundo marcado pelo egoísmo.
Mas representa a rota de acesso à paz e à plenitude.
Pense nisso.

Redação do Momento Espírita.
Em 27.08.2010.

Rústico x delicado






Adooro esse tipo de arranjo. É delicado e simples e dá um charme especial a um cantinho meio sem graça que vc tenha em casa. Na primeira imagem , os arranjos foram feitos em uma grade de janela. Nas 2 últimas imagens o suporte é de ferro e foram feitas bases para copinhos ou garrafinhas de vidro. Qdo vc for receber, se for durante o dia coloque flores lindas e cheirosas e durante a noite vc pode optar por velas...Vai ficar um luxo e é super simples de fazer.
A última imagem fiz lá em casa apoveitando uns pedaços de ferro que sobraram da última reforma. Sabe aqueles vergalhões que vc compra pra fazer as colunas de sustentação? Pois é, os meus foram parar ai...rsrsrs. Estavam jogados, querendo enferrujar então resolvi dar uma utilidade a eles...
Vcs podem comprar uns mini copinhos de vidro pra cachaça e mandar fazer as velas. Se gostar de cor, pinte alguns deles com tinta vitral, sem antes passar um primer pra tinta não soltar. Pode ser turquesa, rosa, laranja ou todas as cores juntas...
Quem se habilita?

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Mensagem...

Tristeza que fere

O homem chegou em casa, naquela noite, trazendo o mau humor que o caracterizava há alguns meses. Afinal, eram tantos os problemas e as dificuldades, que ele se transformara em um ser amargo, triste, mal-humorado.
Colocou a mão na maçaneta da porta e a abriu. A luz acesa na cozinha iluminava fracamente a sala que ele adentrou. Deteve o passo e pôde ouvir a voz do filho de seus quatro anos de idade:
Mamãe, por que papai está sempre triste?
Não sei, amor, respondeu a mãe, com paciência. Ele deve estar preocupado com seus negócios.
O homem parou, sem coragem de avançar e continuou ouvindo:
Que são negócios, mamãe?
São as lutas da vida, filho.
Houve uma pequena pausa e depois, a voz infantil se fez ouvir outra vez:
Papai fica alegre nos negócios?
Fica, sim, respondeu a mãe.
Mas, então, por que fica triste em casa?
Sensibilizado, o pai de família pôde ouvir a esposa explicar ao pequenino:
Nas lutas de cada dia, meu filho, seu pai deve sempre demonstrar contentamento. Deve ser alegre para agradar o chefe da repartição e os clientes. É importante para o trabalho dele.
Mas, quando ele volta para casa, ele traz muitas preocupações. Se fora de casa precisa cuidar para não ferir os outros e mostrar alegria, gentileza, não acontece o mesmo em casa.
Aqui é o lar, meu filho, onde ele está com o direito de não esconder o seu cansaço, as suas preocupações.
A criança pareceu escutar atenta e depois, suspirando, como se tivesse pensado por longo tempo, desabafou:
Que pena, hein, mãe? Eu gostaria tanto de ter um pai feliz, ao menos de vez em quando. Gostaria que ele chegasse em casa e me pegasse no colo, brincasse comigo. Sorrisse para mim. Eu gostaria tanto...
Naquele momento, o homem pareceu sentir as pernas bambearem. Um líquido estranho lhe escorreu dos olhos e ele se descobriu chorando.
Meu Deus, pensou. Como estou maltratando minha família.
E, ainda emocionado, irrompeu pela cozinha, abriu os braços, correu para o menino e o abraçou forte.
Filho, vamos brincar? Foi o que perguntou.
* * *
Não há quem não tenha problemas, lutas e dificuldades. Compete, no entanto, saber administrá-las de forma a que elas não se tornem um fantasma de tristeza, um motivo de autocompaixão.
Mesmo porque ninguém tem somente coisas ruins em sua vida. Ao lado das lutas constantes, existem sempre as compensações que Deus providencia.
Ter um lar, esposa, filhos, família, pais amorosos é o oásis de paz que a Divindade nos concede a fim de que restabeleçamos as forças para o prosseguimento do bom combate.
* * *
A alegria espalha bênçãos onde se manifeste.
A alegria pura contamina os que estão em volta. Por isso, recuperemos a coragem na arena de combate que a vida diária nos impõe e vitalizemos a alegria.
Não sejamos semeadores de sombras, antes sejamos como o sol que sorri gentil e tudo ilumina onde se faz presente.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 13 do livro Missionários da luz, pelo Espírito André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb e no verbete Alegria, do livro Repositório de sabedoria, v. 1, pelo Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal.
Em 23.08.2010.
Que vcs tenham um excelente dia!!

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Chic e lindo...



Adoro essa combinação do turquesa com o dourado envelhecido.
Lembrei de vc Nena...
Caso vc queira um ambiente parecido, não é muito difícil...
Se vc tem um aparador de ferro em casa e quer dar uma renovada no visual, basta comprar tinta spray para metal da colorgin, cor dourado, primer para metal, lixa e betume da judéia.
Lixe bem a peça depois passe um pano seco para tirar o excesso de pó. Aplique o spray a uma distância de 30 cm para que não escorra. Deixe secar por umas 3h e reaplique. Deixe secar por 24h. Seca a peça, se vc quiser um efeito envelhecido, use um pouco de betume da judéia diluído em um pouco de aguarrás e dê pequenas pinceladas nas extremidades do aparador. Depois passe o dedo levemente para espalhar e dar um aspecto irregular a pintura.
Na parede um papel de parede de fibras naturais imitando tecido ou até mesmo um tecido bem bonito. Quanto ao espelho é melhor dar uma garimpada e achar uma moldura que tenha impacto. Pode ser de resina, metal ou até mesmo madeira. Vc pode fazer o mesmo processo do aparador, usando uma tinta específica para o material utilizado.
Se vc não quiser que fique muito chamativo use a cor dourada pq a ouro fica muito amarelada.
Espero que tenham gostado

Bom dia!!!




Que tal uma mesa destas antes de ir trabalhar???
Uma semana iluminada pra vcs que passam por aqui...
bjos...

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Parabéns Amorr!!!



Eu não poderia deixar de fazer um post especial para a pessoa mais linda que conheço...Linda de coração e de alma. Simples como esse bolo, mas com um interior de me emocionar...Nunca ninguém me emocionou como vc. Gestos e atitudes diárias de grande generosidade, carinho e dedicação.
Minha homenagem a vc querido e que deus cuide sempre de sua vida e de seu coração e que seu caminho seja sempre cheio de amor, paz e sabedoria.
Parabéns e felicidades meu Amor!!!
Um pedaçinho de bolo e carinho a vc que passa por aki...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Idéias luminosas...





Hoje trouxe umas idéias pra quem gosta de luminárias charmosas.
Na primeira imagem, se vc for prendada ou tiver uma amiga que seja, seu problema está resolvido. Basta uma base de madeira circular no tamanho que vc quiser, Recorte um circulo no mesmo tamanho de papel cartão branco ou papelão e cole sobre o círculo. Depois fure o tamanho do bocal da lâmpada e regule a altura do fio como vc gostar mais. Antes de encaixar a lâmpada, faça, compre feita ou encomende um toalhinha de crochê e jogue-a por cima da luminária. Depois é só passar o fio com a lâmpada. fica um charme!!!
Amei as luminárias da 2ª imagem. Elas na verdade são luminárias comuns e apenas fizeram um trabalho de crochê ou fibras entrelaçadas sobre elas. Acho mais difícil que a primeira idéia, mas não impossível.
E na última imagem, utilizou-se vidros simples, arame e pequenos cristais presos por fios de nylon. Se vc gosta, como eu, de rusticidade essa é uma idéia bem legal. Vc pode comprar esses arames mais durinhos por kg. Eles são fáceis de manusear e seguram os vidros suspensos sem risco de quebrar. Em casa eu aproveito vidro de tudo e saio pendurando na sacada do quarto, na garagem, na varanda onde dá...Fica uma graça pra vc receber amigos ou pra uma noite romântica a dois...Vc pode pintá-los tb na cor que quiser.Veja que tb podemos colocar pedrinhas brancas em volta da vela pra dar um segurança e um charme a mais...
Eu, particularmente amo iluminação de velas e esse tipo de iluminação na decoração é conhecida por iluminação cinética. É uma luz mais calorosa e de movimento e que transmite mais sensações e mais vivacidade do que as outras.
Espero que gostem das idéias...
bjos e uma semana iluminada pra vcs